quarta-feira, 28 de maio de 2008

TODA A BRUXA


(…)
Toda a bruxa, por vingança
contra a princesa se lança
Ei-la, ei-la que lá vem!
Lá vem ela na vassoura
que ela monta quando agoura
Toda a bruxa guincha e estoura…
…se o feitiço sair bem…
Mas não é o fim da história
Sei de uma velha memória
contada por não sei quem
Diz que uma bruxa ao estoirar
se mistura com o ar
que toda a gente respira
Que ela fica sem ficar
que se tira e não se tira…
E, por isso,…
diz que toda a gente é bruxa
e toda a bruxa é princesa
É conforme a gente puxa
pela nossa natureza

In Em Cantos da Serra da Lua – Mª Luísa Barreto, Câmara Municipal de Sintra

Sem comentários: